Como é que a família afeta a depressão?

Como é que a família afeta a depressão?

Tipos de famílias que aumentam o risco de depressão

- Famílias perfecionistas
- Famílias desmoralizantes
- Famílias violentas

Fatores familiares que aumentam o risco de distúrbio bipolar

  • Hereditariedade – os cientistas afirmam que se um gémeo idêntico tiver distúrbio bipolar, o outro gémeo tem cerca de 40% a 70% de probabilidades de desenvolver distúrbio bipolar. O risco de desenvolver o distúrbio ao longo da vida em familiares em primeiro grau é de 5–10%; cerca de sete vezes mais elevado do que o risco da população em geral.
  • Stressores familiares – maus tratos na infância, utilização abusiva de substâncias (incluindo o álcool), viver com um pai ou mãe que tenha tendência para alterações de humor, escolhas financeiras e sexuais inadequadas, e hospitalizações.

Os cuidadores familiares devem:

  • apoiar
  • capacitar
  • ajudar a gerir as tarefas diárias
  • ajudar a encontrar tratamento

para tentar diminuir os sintomas e o sofrimento dos seus entes queridos